Thursday, June 28, 2007

Lamarck vs. Darwin


(Lamarck à esquerda, Darwin à direita - Imagem extraída do genial site shardcore)

No post da semana passada comentando sobre as matérias do The Economist e da Scientific American eu falava sobre a possibilidade de que a teoria de Lamarck não estivesse tão errada no fim das contas. Mas afinal, qual é a diferença entre as teorias de Lamarck e Darwin?

Primeiro, vamos começar com as coisas comuns entre eles. Lamarck e Darwin acreditavam no conceito da evolução das espécies. Essa sacada, apesar de ter sido realmente revolucionária, era uma idéia que estava no ar e vinha se desenvolvendo desde a proposta do naturalista sueco Carl Linneaus de organizar todas as espécies no seu Systema Naturae. A árvore filogenética que se forma quando agrupamos os animais evidencia que há algum tipo de relação entre espécies próximas, possivelmente uma de descendência. A grande questão que ambos, Darwin e Lamarck, estavam tentando resolver era sobre como uma espécie se transformava em uma outra espécie sucessora.

A teoria de Lamarck diz que um organismo adquire uma característica para se adaptar ao meio e transmite essa característica para a sua prole. Ele se apoiava na sua observação de que girafas costumam ter pescoço de comprimento igual à altura das árvores da região. Sua teoria é de que sucessivas gerações de girafas foram esticando seu pescoço até alcançar o galho. Cada geração herdava de seus pais a informação da altura das árvores de alguma forma. Assim as espécies evoluem de maneira a se adaptar ao meio. Já Darwin, com seu maravilhoso trabalho de análise de pássaros nas ilhas Galápagos, elaborou uma teoria na qual novas características são obtidas de maneira aleatórea e que o meio se encarrega de selecionar os indivíduos mais bem adaptados. As espécies evoluem por acaso e o meio apenas seleciona quais são as espécies mais importantes. No caso das girafas, o darwinismo diz que girafas com pescoço do tamanho das árvores nascem por acaso e que essas girafas, por terem tamanho correto, tem uma vantagem evolutiva sobre as outras girafas. As descobertas da genética do século XX dão suporte imenso a apenas uma das teorias. Darwin estava certo. O DNA, de acordo com os princípios da genética, não sofre alterações dependentes do meio, apenas estocásticas, como a radiação solar.

O que sempre me incomodou no darwinismo ortodoxo é que o acaso é casual de mais. Eu entendo que mudanças de uma espécie para a seguinte não são comuns e são bem graduais, mas eu nunca consegui aceitar muito bem a idéia de que todas as diferenças intra-espécie são proveniente de processos completamente casuais. Eu sempre tive um fundinho de esperança que Lamarck não estivesse tão errado, de que a evolução fosse um processo composto de alterações profundas no DNA causadas por eventos estatísticos, mas que essa evolução fosse passível de ser modulada por um sistema que dialogava com o meio de uma forma mais flexível. Um sistema desses tornaria a evolução bem mais fácil! Vamos ver o que os próximos anos de pesquisa com o RNA e com os processos metabólicos evolutivos vão nos dizer.

Update: O Luís do Ciência ao Natural manda algumas correções e esclarecimentos mais sobre o tema. Obrigado!

Sobre a crença de Darwin e Lamarck na evolução:
Lamarck acreditava numa marcha para a perfeição, numa evolução linear, num contexto teleológico; Darwin acreditava que a evolução não tinha objectivo, apenas existia, funcionando através do seu mecanismo - a selecção natural.


Sobre os trabalhos de Darwin:
Apesar de verdadeira, a afirmação [que Darwin se baseou nos pássaros das ilhas galápagos] está incompleta. As observações incidiram no registo biológico seu contemporâneo - tentilhões, mas não só - mas igualmente no registo paleontológico.

11 comments:

  1. Viva!
    Apenas algun(s) comentário(s):
    -"Lamarck e Darwin acreditavam no conceito da evolução das espécies."
    apesar de ter algum fundamento de verdade existem algumas diferenças: Lamarck acreditava numa marcha para a perfeição, numa evolução linear, num contexto teleológico; Darwin acreditava que a evolução não tinha objectivo, apenas existia, funcionando através do seu mecanismo - a selecção natural.
    -"á Darwin, com seu maravilhoso trabalho de análise de pássaros nas ilhas Galápagos, elaborou uma teoria na qual novas características são obtidas de maneira aleatórea e que o meio se encarrega de selecionar os indivíduos mais bem adaptados."
    Apesar de verdadeira, a afirmação está incompleta. As observações incidiram no registo biológico seu contemporâneo - tentilhões, mas não só - mas igualmente no registo paleontológico.

    Eram apenas estes os comentário.

    Continuação de bom trabalho

    Luís Azevedo Rodrigues

    ReplyDelete
  2. Obrigado pelos comentários! Eu agradeço bastante este tipo de ajuda, porque eu realmente não sou nativo da biologia e não tenho domínio total das nuances. Vou colocar as informações no post.

    ReplyDelete
  3. Se vocês se aprofundarem um pouquinho mais no teoria da Origem da Espécies de Darwin, verão que na verdade, como Lamark, Darwin também acreditava no uso e não-uso e que isso poderia ser passado de forma hereditária. Acho que este é um ponto super importante e que na assustadora maioria das vezes é deixado de lado ou ainda ensinado de forma totalmente equivocada pelos professores do ensino médio. A seleção natural que Darwin propôs não é a que vem sendo passada no colégio e principalmente na mídia. Acredito que já passou da hora desta situação começar a mudar!

    ReplyDelete
  4. Biologa recém formada.Para o Anônimo.
    De onde tirou essa informação d q Darwin acredita como Lamarck na herança de caracteres adquiridos e na Lei do uso e ñ uso . Não tive essa informação durante o curso, me dê a bibliografia por favor.
    Quero saber se aprendi errado a teoria.

    ReplyDelete
  5. Muito obrigado por publicarem e debeterem informaçoes ricas e profundas. Na verdade sou um amante da biologia,e a cada dia por este tipo de informaçoes aprendo mais.

    ReplyDelete
  6. Parabéns vcs são muito inteligentes gostei muito do assunto muito interessante.

    ReplyDelete
  7. Com certeza o Lamarck estava mais correto que o Darwin, pq o processo de evolução e de mudanças adquiridas levam milênios, não se passa à prole da noite pro dia.

    ReplyDelete
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ReplyDelete
  9. Muitíssimo obrigado gente, me ajudou muito a estudar pra prova da escola, sabe, minha média estava baixa, mas com esse estudo minha nota foi Excelente.

    ReplyDelete
  10. aeeee ate q enfim tirei minhas duvidas sobre exes dois! foi excelente vai me ajudar a paxar na 2 fase do vestibular! obg

    ReplyDelete
  11. Alex Capilé formando.
    o comentario de anonimo dizendo que a teoria d darwin nao era assim nao extremista em relação ao uso e desuso.
    e gostaria mt de saber mais sobre o assunto, se possivel mandealgum material a respetio ou contate me pelo email capile_jr@hotmail.com
    desde ja agradeço

    ReplyDelete