Tuesday, July 31, 2007

Lula, o Incongruente

Se Lula fosse um rei da idade média, seu título seria Lula, o Incongruente. Vejam aí a matéria do Estadão de hoje.

Ele começa falando que não tem medo das vaias. Corajoso, não? Não. Ele diz que "ninguém sabe nesse país colocar mais gente na rua do que eu". Ele não vai enfrentar as vaias, vai mandar a tropa de choque do PT/CUT/MST/quem for.

Aí ele diz que "com a democracia não se brinca, o que vem depois dela é muito pior". Hein? Depois da democracia? E quem está brincando com a democracia? Mais Lula. "Os que estão vaiando são os que mais deviam estar aplaudindo. Foram os que ganharam muito dinheiro nesse País no meu governo". Eita! Lula agora é pai dos pobre e pai dos ricos. Esquece que a classe média é que está vaiando o Lula. Além disso, ele desconsidera a possibilidade de que os ganhos dos banqueiros e empresários vieram por mérito próprio. Lula já se identificou com o poder de tal forma que ele se considera a causa de tudo o que acontece.

Essa citação aqui é excelente e fala por si só. "Estou fazendo esse ato aqui, em lugar fechado, porque é um ato institucional, que envolve dinheiro público, prefeitos, deputados. Eu não estou fazendo comício." Desconsidere o fato de que ele tem feito este tipo de evento aberto tantas e tantas vezes... Aí ele critica Alckmin por fazer oposição. Pra ele, o partido perdedor devia esperar 4 anos em silêncio. E nos finalmentes ele compara o movimento atual com o golpe militar de 64. Diz que "essa gente fez a Marcha com Deus pela Liberdade em 64 que resultou no golpe militar, essa gente que pensa assim levou o Getúlio Vargas ao suicídio, levou João Goulart a renunciar, ficou contente com 23 anos de regime militar e está incomodada com a democracia porque a democracia pressupõe o pobre ter direito, ter Bolsa Família sim."

Menos, Lula, menos.

No comments:

Post a Comment